CULTURA

Japão de todas as artes

No Museu do Oriente, no mês de Outubro workshops que vão ajudar a descobrir um Japão de todas as artes

09/10/2019 10h16Atualizado há 7 dias
Por: PALMIR CLEVERSON FRANCO
Fonte: Revista Descla
A imaginação trabalhada com Ikebana e Origami, são os desafios lançados pelo Museu do Oriente
A imaginação trabalhada com Ikebana e Origami, são os desafios lançados pelo Museu do Oriente

Improvisar uma dança Butoh, aventurar-se na poesia Haiku ou dar largas à imaginação com Ikebana e Origami, são os desafios lançados pelo Museu do Oriente, no mês de Outubro, com workshops que vão ajudar a descobrir um Japão de todas as artes.

“Olhar o Museu através da dança Butoh”, em cinco sessões, de 16 de Outubro a 13 de Novembro, começa por fazer um enquadramento histórico desta arte, com uma rápida viagem ao século Namban, ilustrada por peças do Museu do Oriente, representativas do relacionamento entre portugueses e japoneses nos séculos XVI e XVII.

Abordam-se também os princípios fundamentais do movimento Butoh, sua estética, processo criativo e influências ocidentais, para que os participantes dêem, de seguida, largas à imaginação e criem um espetáculo final que será apresentado publicamente.

Dirigido aos inúmeros profissionais de Educação e Saúde, e outros interessados, que procuram elaborar atividades para o desenvolvimento das capacidades motoras e de expressão, ligados a programas de reabilitação, motivação e entretenimento, o Museu do Oriente organiza um workshop de Origami para formadores, em duas sessões, sobre Psicomotricidade (23 de Outubro) e Geometria (20 de Novembro).

Na primeira, com o auxílio da dobragem de papel, vão ser trabalhadas propostas de intervenção educativa para o desenvolvimento da motricidade fina, reabilitação de incapacidade motora ou dificuldades de coordenação e expressão. Serão ainda dobrados modelos apropriados a crianças do ensino básico, pensados para o desenvolvimento das suas habilidades motoras, imaginação, concentração e memória, criando personagens de papel para contos ou jogos. 

Na segunda sessão, serão propostos exercícios para a compreensão de conceitos de geometria, abordando noções de escala, bem como relações entre figura e espaço, recorrendo ao origami.

A 24 e 31 de Outubro, “O que é o Haiku?” propõe um conhecimento aprofundado da poesia japonesa, através da leitura e interpretação de poemas haiku, clássicos e modernos, que culmina na experiência de escrita desta forma poética.

O mês termina com o workshop de Ikebana, a arte japonesa de arranjo floral, a 29 de Outubro. Na sua origem, esta arte era uma espécie de ritual de oferenda feito nos templos budistas do Japão durante o século VI. Evoluindo ao longo de tempo, conheceu um desenvolvimento significativo na época de Muromachi (século XV), tendo-se procurado nela o mesmo grau de requinte e elevado sentido estético de uma outra arte que surgiu na mesma altura, Cha no yu, a cerimónia do chá. Neste workshop, os participantes vão aprender a criar uma harmonia de formas e linhas no espaço, a partir de elementos naturais como flores, ramos e plantas.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias